Google+

4 de abril de 2009

It’s a kind of magic

Agora vou pegar na minha varinha de condão e agitá-la na tua direcção. Desfaço nós e apresento soluções. Mostro-te caminhos e dou-te serenidade. Condeno-te a muitos momentos felizes… e não a uma vida de felicidade porque essa é uma utopia. Continuo ao teu lado e dou-te a mão. A varinha ainda se agita e eu aproveito para te abrir as asas, fechadas há demasiado tempo. Devolvo-te o sorriso e prometo que tudo vai ficar bem.