Google+

14 de fevereiro de 2009

Feels like home


Há músicas que vêm das entranhas. Que gritam dores e prazeres infinitos. 
E depois há as músicas que arrepiam a pele. Que nos deixam felizes. Que nos tocam. Que nos dão asas e ao mesmo tempo nos atiram para o chão. 
Ontem senti-me a transbordar. 
Can we start again?